A comida que ingerimos tem um grande impacto em nossa saúde e bem-estar. Ao manter a forma física e alimentar-se de forma adequada, reduz-se o risco de desenvolver doenças relacionadas à alimentação, como doenças do coração, diabetes e câncer.

Além disso, nos protegemos contra infecções, já que os nutrientes reforçam as defesas do organismo. Aqui vão algumas dicas para manter uma alimentação equilibrada e se prevenir!

Ingerir alimentos in natura ou minimamente processados

Alimentos in natura ou minimamente processados são predominantemente de origem vegetal. Por isso eles são a base de uma alimentação nutricionalmente balanceada e saborosa.

Variedade significa alimentos de todos os tipos: grãos, raízes, tubérculos, farinhas, legumes, verduras, frutas, castanhas, leite, ovos e carnes. Também é importante diversificar dentro de cada tipo e ingerir: feijão, arroz, milho, batata, mandioca, tomate, abóbora, laranja, banana, frango e peixes, entre outros.

Realizar de cinco a seis refeições por dia

O ideal é realizar refeições de três em três horas: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia. Essa prática nos obriga a comer menos em cada um dos pratos, já que não haverá longos períodos de jejum.

Ótimas opções de lanche entre as refeições principais são: frutas secas, como damasco; banana, uva, maçã e abacaxi; e as oleaginosas, como nozes, castanhas, pistache, amêndoa e avelã.

Ingerir frutas, verduras e legumes

Esses três tipos de alimento não podem ficar fora da dieta. Devemos comê-los diariamente e dar preferência às de época e orgânicas. Elas possuem maior teor nutritivo, são fontes de vitaminas e minerais e estimulam o sistema imunológico, protegendo contra vírus e infecções.

Ingerir mais água

Para uma hidratação adequada são necessários cerca de oito a dez copos de água todos os dias. A água melhora o funcionamento do intestino, facilita a filtração de sangue e desintoxica o organismo.

Ajustar fonte