O enfrentamento à pandemia de Coronavírus perpassa o reforço em treinamentos e processos interiores aos Hospitais. Mas também, nos faz praticar valores como a solidariedade e a empatia. Pensando nisso, a equipe do Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime (HEELJ), em Pirenópolis, realizou a entrega de cestas básicas para instituições e famílias em situação de vulnerabilidade do município. 

A ação faz parte da Campanha de Solidariedade promovida pelo Instituto Brasileiro de Gestão Hospitalar (IBGH), Organização Social responsável pela gestão do HEELJ. Antes de Pirenópolis, a iniciativa já beneficiou instituições e família em Aparecida de Goiânia e ainda passará por Jaraguá e Santa Helena de Goiás; cidades onde o IBGH atua. 

Aproximando a comunidade

De acordo com a Diretora de Humanização do HEELJ, Gisela Jaime, as doações das cestas foram feitas por diversos empresários de Pirenópolis e foram distribuídas para o Lar dos Idosos São Vicente de Paula; para a Casa das Avós e para a Creche Aldeia da Paz, além de algumas famílias em situação de vulnerabilidade. “Apoiamos a causa promovendo a união da população. Os comerciantes da cidade puderam colaborar e seguimos recebendo e entregando doações. A força de todos pode melhorar as condições de vida de muitos neste momento”, reforçou Gisela.

De acordo com a representante do Lar dos Idosos São Vicente de Paula, Escarlate Cristina, o recebimento de doações diminuiu em decorrência do COVID-19, enquanto a necessidade de apoio aumentou. “Agradecemos ao Hospital que sempre oferece visitas, doações e o cuidado com nossos internos”, afirmou.

A responsável da Casa das Avós e Creche Aldeia da Paz, a freira Maria do Céu, reconheceu que além das cestas básicas, o apoio contínuo do HEELJ possibilita a atenção para manutenção e preservação da saúde das idosas atendidas. “Graças a Deus todas as avós estão bem. Que a unidade continue nos ajudando pois a cidade de Pirenópolis precisa do Hospital Ernestina”, declarou Maria do Céu.

Ajustar fonte