O Hospital Estadual de Pirenópolis Ernestina Lopes Jaime (HELLJ) promoveu uma abordagem diferente no Dia Internacional da Mulher, 8 de março. Além da celebração do IV Prêmio Mulheres Destaque Ernestina Lopes Jaime; a coordenadora de humanização, Helga Jaime, convidou a psicóloga e terapeuta tântrica, Walquíria Medeiros Zuppa. Ela realizou uma palestra que provocou risadas contagiantes para as colaboradoras do HEELJ. O tema foi um assunto em comum, a sexualidade feminina.

Segundo Helga, neste quarto ano de prêmio, a diretoria procurou eleger como mulheres de destaque de 2019, as próprias colaboradoras do HEELJ. “Foi uma maneira que encontramos para prestigiar cada uma com o seu trabalho. Foram quatro homenageadas, de áreas distintas, escolhidas através de um consenso”, pontuou Helga.

As inspiradoras mulheres do Hospital receberam um certificado de reconhecimento. As selecionadas foram a coordenadora do centro cirúrgico, Lilian Gomes de Oliveira; a ginecologista Dra. Katiuscia Zanelli da Silva; a representa do SAME, Marizete Lopes Fortes; e a colaboradora da limpeza, Nilva Fátima de Oliveira Morais.

 

Assunto em comum

Além do prêmio, o momento contou com a palestra divertida e esclarecedora sobre sexualidade feminina. De acordo, com a psicóloga, que atua com terapia tântrica e técnicas de cura energética, o tema é comum a todas. “Hoje em dia ainda há uma repressão sexual. Isso nos acompanham há milhares e milhares de anos. A energia sexual, está ligada a energia criadora. Então, eu acho um assunto importante a ser trabalhado, principalmente com as mulheres”, explicou.

Segundo a psicóloga, a mulher primeiramente tem que se permitir e se conhecer. “Para se ter uma vida sexual prazerosa, mais satisfatória, é preciso conhecer a si mesmo. Nessa Dia da Mulher, o meu objetivo foi plantar no coração de cada uma delas a semente de ser mais autêntica e verdadeira consigo mesma”, conclui Walquíria.

Ajustar fonte