O encontro teve como objetivo a conscientização dos colaboradores da Unidade do Governo de Goiás  

O Hospital Estadual de Pirenópolis Ernestina Lopes Jaime (HEELJ), realizou na última quinta-feira (06) uma roda de conversa para debater sobre prevenção ao câncer de mama. O encontro aconteceu no jardim externo da Unidade e contou com a presença dos profissionais de diversos setores.

A iniciativa foi uma parceria entre humanização e equipe assistencial. Como explicou o enfermeiro e mediador do encontro, Rafael Mariano, o principal objetivo foi abordar o câncer de mama de uma forma descontraída e dinâmica. “A conscientização é fundamental para uma detecção precoce do câncer de mama. 90% dos casos de câncer de mama são evidenciados pela própria mulher durante o autoexame”, explicou. Os principais fatores de risco são: idade acima de 50 anos, uso de bebidas alcoólicas, tabagismo, sedentarismo e uso de anticoncepcional.

Os sinais e sintomas mais comuns do câncer de mama são a presença de nódulo, mamilo invertido, auréola com aspecto de casca de laranja e líquidos anormais. O Diagnóstico pode ser confirmado por meio de biópsia, juntamente com exame clínico e mamografia. O tratamento pode variar entre os níveis da doença.

O alto índice de adesão dos colaboradores surpreendeu toda a equipe que preparou a roda de conversa, como explica a diretora de humanização, Gisela Jayme. “Nós fizemos a divulgação do encontro com uma semana de antecedência e foi surpreendente ver que muitos colaboradores se interessaram pelo tema. Isso mostra que o nosso trabalho de conscientização tem surtido efeito”, finaliza.  

Por conta da pandemia do novo Coronavírus, foi preciso realizar a roda de conversa em local aberto e respeitando as medidas de distanciamento social. Iniciativas como essa são extremamente importantes para mantermos o cuidado dentro e fora da Unidade hospitalar.

Ajustar fonte