A equipe de Recursos Humanos do Hospital Estadual de Pirenópolis Ernestina Lopes Jaime (HEELJ), representada por Marco Aurélio Mesquita Leite, promoveu um dia mais do que especial para as colaboradoras e para a comunidade do município no último 8 de março. Em evento totalmente aberto ao público, houveram apresentações artísticas com o grupo feminino Ipomeia Rubra e apresentação da palestra “A mulher na contemporaneidade”, com Maria Fernanda Fernandes, psicóloga do Ministério da Saúde, doutora e professora da Universidade de Brasília (UnB).

A professora abordou os processos de autonomia das mulheres e como a psicologia pode contribuir. “Em um hospital público, a emancipação de cada mulher é fundamental. Trata-se de um trabalho desgastante e para pessoas que cumprem outros papéis, como mãe, esposa, dona de casa; o desgaste emocional precisa ser levado em conta”, relatou.

Maria Fernanda também defende que a rede de cumplicidade entre mulheres pode empoderá-las. “É importante um suporte coletivo para que a posição feminina aconteça de forma menos agressiva. E também é preciso se esquivar de padrões. Sejam eles estéticos, ideológicos, psicológicos; liberdade para ser o que quiser ser”, finalizou.

Poesia e música

Para reforçar o empoderamento feminino, a noite contou com a apresentação do coletivo feminino Ipomeia Rubra. O grupo é formado fruto da união de mulheres que tem história com a música e surgiu do desdobramento de um bloco de carnaval da cidade. “Propomos a colaboração poética. Os movimentos de gênero atuais vêm se tornando bastantes radicais. Defendemos uma bandeira, somos artistas e através da poesia, da música, buscamos sensibilizar e quebrar o paradigma da mulher que está ocultada pela sociedade”, reforça Morgana Poiesis, uma das integrantes.

Além do samba “Mulheres do Brasil”, composição da integrante e instrumentista Joyce Moreno; as artistas também realizaram a leitura de um poema de Cora Coralina. As musicistas Isabella Rovo e Cabocla Inês também fazem parte do grupo

Outra participação especial foi a da poetisa, escritora e contadora de causos, Dona Marieta de Souza Amaral, que recitou um poema de sua autoria.

Pirenopolinas de destaque

Para finalizar a noite, houve a cerimônia do III Prêmio Ernestina Lopes Jaime às Mulheres Destaque de 2017. Neste ano, foram quatro homenageadas. Entre elas, a recepcionista do HEELJ, Dalva de Oliveira Trindade, e a copeira do Hospital, Ivênia Camilo Neres Gomes. “As duas foram escolhidas de acordo com pesquisa realizada junto aos pacientes da Unidade”, explica Helga Jaime, Diretora de Humanização do HEELJ.

Também foram premiadas a vereadora Ana Abadia Feliciano Triers e a Irmã Madalena de Jesus Silva, que é diretora da Aldeia da Paz.

Participaram da cerimônia os diretores do HEELJ, Ludmilla Marques de Oliveira, diretora técnica; Hondinelly Santana de Melo, diretor administrativo financeiro; e Silvana Maria Graziani Braga, diretora geral do Hospital. Além disso, Hilton Piccelli, diretor técnico da DIMOB, esteve presente representando um dos parceiros na realização do evento.

Ações internas

O Hospital também realizou ações com as colaboradoras durante todo o dia 8 de março, com momento de confraternização e com foco na auto-estima. Houveram aulas de automaquiagem, apresentação de produtos de beleza e cuidados da pele.

Ajustar fonte