O álcool é responsável por uma a cada dez mortes entre pessoas de 15 a 49 anos. Um estudo publicado na revista científica The Lancet mostrou que não existe consumo seguro de álcool. Segundo pesquisadores, os benefícios gerados através de um consumo moderado não justificam seus efeitos adversos para a saúde.

A pesquisa foi realizada em 195 países com homens e mulheres consumidores e não-consumidores de bebidas alcoólicas. O intuito era justamente compará-los a fim de entender melhor as diferenças em suas saúdes. Muitos fatores foram levados em consideração, entre alguns deles: abstinência, turismo, quantidade ingerida de álcool pelos participantes, vendas de álcool e o consumo em cervejarias artesanais.

Entre os participantes, existiam 100 mil pessoas que não consumiam álcool. Dessas, apenas 914 pessoas desenvolveram algum tipo de doença relacionada ao álcool, como o câncer. Já os participantes que consumiram duas doses de álcool por dia aumentaram o risco para 7% e os que tomam cinco doses aumentaram esse risco para 37%.

Danos à saúde

Segundo Sonia Saxena, pesquisadora responsável pelo estudo, o importante é se informar sobre os danos para assumir um risco consciente. Apenas no Brasil, morrem mais de 100 mil pessoas todos os anos por causas ligadas à bebida. Agora que se sabe que não existe consumo tolerável, é imprescindível se informar para manter-se saudável.

 

 

Ajustar fonte