O Hospital Estadual de Pirenópolis Ernestina Lopes Jaime (HEELJ) faz parte do programa “3º Turno da Saúde”, criado pelo Governo de Goiás. O programa é responsável pela abertura das Unidades de Saúde estaduais para um novo turno de atendimento, no horário noturno e aos sábados. O objetivo é expandir a oferta de procedimentos eletivos e diminuir a lista de espera do estado. Só no HEELJ, 1853 pessoas já foram beneficiadas.

A pequena Marcela Vitória de 7 anos foi uma das pacientes contempladas. Segundo conta o pai dela, Marcelo Augusto da Silva, ele levou a filha ao HEELJ para atendimento às 21h30 da noite de um sábado. Após ficar em observação e realizar alguns exames, Marcela passou por uma cirurgia de hérnia umbilical na noite do domingo. “Ocorreu tudo bem, ela ficou nervosa, mas deu tudo certo. O atendimento está de parabéns!”, comentou Marcelo.

Para o governador de Goiás, José Eliton, cuja gestão foi responsável pela implementação do programa “3º Turno da Saúde”, a iniciativa cumpre o objetivo de mitigar a espera por uma cirurgia eletiva do estado. “Esse programa foi criado para dar vazão a demandas de pacientes que, ao voltar para a Regulação do SUS em razão de procedimentos eletivos, ficaram aguardando pelo encaminhamento”, disse.

Donival Ananias Cintra estava há dois meses esperando a cirurgia de hérnia umbilical. A espera acabou graças ao “3º Turno na Saúde”. Ele deu entrada no Hospital às 19h do sábado e conseguiu realizar a cirurgia durante o final de semana. “Eu agradeço à equipe que fez a cirurgia, as enfermeiras, a equipe da limpeza, agradeço a todos eles”, diz Donival.

Benefícios para a população pirenopolina

Desde que o programa foi implantado no HEELJ, foram realizadas 577 consultas, 1.230 exames e 46 cirurgias no período noturno ou aos sábados. Entre as cirurgias mais realizados pelo programa estão a de hérnia umbilical e de disco, e colecistectomia, que é a retirada da vesícula.

O Governo do estado destinará R$36 milhões de reais para a realização de 11.630 exames especializados, 5.236 consultas e 925 cirurgias mensais em todo o Goiás. Diversas especialidades entram na lista do terceiro turno, como oftalmologia, ortopedia, urologia, neurologia, dermatologia, cirurgia geral, angiologia, dentre outras.
O programa deve durar oito meses e atenderá pacientes que já estão aguardando por cirurgias. Eles serão chamados pelas unidades de saúde estaduais. A previsão é de que 142 mil atendimentos sejam realizados até dezembro.

Acreditação ONA1

O governador visitou o HEELJ na última semana pela ocasião da cerimônia de Acreditação ONA1. Esta é a mais respeitada entidade que certifica a qualidade dos serviços de unidades públicas em saúde do Brasil. Tudo isso em acordo com a metodologia reconhecida pela ISQua, International Society for Quality in Health Care; uma associação parceira da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Vale ressaltar que o HEELJ é o segundo hospital estadual no interior de Goiás a receber essa certificação. Ela demonstra que o Hospital Estadual de Pirenópolis é referência em segurança do paciente. Ou sejam, todos os seus processos têm como objetivo reduzir a zero as possibilidades de erros nos atendimentos.

Ajustar fonte