Depois de 22 dias de internação no Hospital Estadual de Pirenópolis Ernestina Lopes Jaime (HEELJ), a paciente Dorvalina Gomes da Silva, de 96 anos, diagnosticada com pneumonia viral e anemia, recebeu banho de sol na área externa da unidade do Governo de Goiás.

A preocupação em desenvolver ações que reforcem o atendimento humanizado tem sido uma constante da equipe da unidade, com pequenos gestos, criam um ambiente de mais empatia ao próximo. Gisela Jayme, diretora de humanização, destaca a importância da iniciativa. “O banho de sol auxilia na orientação espacial do paciente, ou seja, ajuda no processo de readaptação do corpo em relação aos objetos, pessoas, etc.”, ressaltou.

Para Leda Vasconcelos, diretora administrativa e financeira da unidade, o hospital é um lugar de acolhimento e precisa desenvolver ações para proporcionar alegria aos pacientes. “Os pacientes não precisam de muito… pequenos momentos de emoção e felicidade propiciam uma melhor recuperação e ajuda no processo de alta”, comentou.

A falta de luz natural por longos períodos provoca distúrbios psicossomáticos que podem prejudicam, por exemplo, a qualidade do sono. Para garantir a segurança do paciente, o passeio foi realizado com supervisão de um médico do HEELJ. 

Ajustar fonte