Wana Ferreira sofre com a fibromialgia, uma doença crônica que provoca dores no corpo e que exige uso de medicação diariamente. Em uma das crises da doença, Wana procurou por hospitais perto de sua cidade, Cocalzinho, e encontrou o atendimento necessário no Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime (HEELJ), em Pirenópolis.

“Passei por várias cidades e vários hospitais. Um atendimento igual ao do HEELJ eu nunca encontrei”, comemora. O elogio vai desde os médicos até os enfermeiros. Ela explica que os profissionais, geralmente, encontram dificuldade para administrar medicamento intravenoso. Porém este não é o caso do enfermeiro Lucas Filipe de Oliveira, colaborador do Hospital. “Ele foi muito atencioso e me deixou muito calma”, completou.

Paciência e cuidado

Em fevereiro, Wana descobriu que estava com um problema na vesícula e procurou ajuda em Anápolis. Depois de meses sem resposta e tentativas frustradas em outras cidades, como Padre Bernardo e Brasília, ela recorreu novamente ao HEELJ.

Foi agendada uma consulta com o Dr. Luiz Fernando Campos que também garantiu que Wana realizasse todos os exames necessários para a cirurgia. “Como eu tenho uma doença crônica, ele me explicou todas as complicações que eu poderia ter, foi muito atencioso”, explicou.

“Eu não tenho nada a reclamar do Ernestina. Eu estou muito satisfeita, graças a Deus”, acrescenta. A cirurgia de Wana será realizada neste mês de julho, com o Dr. André Messias da Silva.

Centro Cirúrgico

Inaugurado há um ano, o Centro Cirúrgico do HEELJ representou uma vitória para toda a população de Pirenópolis e região; atendendo a especialidades como: cirurgia geral; obstetrícia; ortopedia; otorrinolaringologia; cirurgia pediatria e cirurgia dermatológica.

O local conta com duas salas cirúrgicas e de equipamentos fundamentais para a realização de cirurgias de médio porte, como ventilador mecânico, monitor cardíaco, bomba de infusão e desfibrilador. São cirurgias eletivas, com pós-anestésico mais curto e recuperação menos complicada, em pacientes com acompanhamento médico prévio, como o caso de Wana.

Além da cirurgia de vesícula, aberta e fechada, o HEELJ está apto a realizar cirurgias de hérnia, reduções incruentas, cesarianas, partos normais, vasectomia e laqueadura, hérnias de vários tipos. Ao todo, são dez leitos cirúrgicos, 20 leitos para clínica médica, doi box de emergência e um leito semi-intensivo.

Ajustar fonte