Para manter os colaboradores motivados, o Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime (HEELJ) realizou uma pesquisa cuja metodologia é conhecida como “clima organizacional”, para garantir um bom ambiente de trabalho que reverterá na prestação de um serviço de qualidade. Dentre os 134 colaboradores do Hospital, 88 deram retorno ao questionário, o que representa 65,67% de todo o corpo funcional do HEELJ.

Além dos dados demográficos coletados, foram feitas perguntas diretas sobre o respeito no ambiente de trabalho, sobre treinamento e reconhecimento, sobre a imagem do Hospital e sobre o estilo de gestão como, por exemplo, se os colaboradores recebem as informações necessárias para desenvolverem o trabalho.

67% dos entrevistados concordam que são tratados com respeito, independente dos cargos que possuem e que o Hospital é guiado por valores éticos, influenciando diretamente em suas decisões. Mais da maioria dos que responderam, o equivalente a 83%, concorda que o Hospital possui atualmente uma boa imagem com relação a serviços e processos, ambiente de trabalho e qualidade. Outro dado importante é que os 82% dos colaboradores afirmaram que o HEELJ é um bom local para se trabalhar.

Com os resultados, a pesquisa demonstrou que é necessário promover treinamentos e acompanhamento para possibilitar o desenvolvimento de habilidades em liderança para todos os colaboradores que possuem cargos de gestão. Além disso, aperfeiçoar os canais de comunicação com a equipe, por meio de e-mails e murais; incentivar o hábito da leitura das informações fornecidas; criar programas de reconhecimento profissional e criar métodos para que os colaboradores possam lidar com as diferenças e limitações profissionais sem que haja preconceitos ou discriminações.

O responsável pela pesquisa Psicólogo e Gestor de RH Tiago Batista, ressalta “ A pesquisa de clima Organizacional é extremamente importante para identificar as percepções dos colaboradores sobre a organização e a partir daí, pode-se tomar atitudes mais estratégicas. É uma análise que traz um diagnóstico da empresa, visando novos projetos e melhorias para os colaboradores e para a Unidade.

 

Sobre o HEELJ

O Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime (HEELJ) fará 22 anos em outubro de 2017. Desde 2014 o Hospital é gerido pela Organização Social – Instituto Brasileiro de Gestão Hospitalar (IBGH), em uma parceria de sucesso com a Secretaria de Estado de Saúde de Goiás.

A unidade possui 33 leitos e três deles são utilizados para procedimentos de urgência/emergência. Também possui enfermarias, laboratório de Análises Clínicas, Radiologia e Centro Cirúrgico, contando com uma equipe multidisciplinar nos serviços de Fisioterapia, Psicologia, Nutrição e Serviço Social. Neste momento, passa por uma expansão e construção do novo Centro-Clínico e Pediátrico.

Ajustar fonte