A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) divulgou uma lista que mostra quais os alimentos mais contaminados no País. Segundo eles, cerca de um terço dos vegetais mais consumidos no Brasil apresentaram um nível de agrotóxicos acima do aceitável.

A batata foi o único vegetal examinado que não apresentou nenhum lote contaminado. Em compensação, pimentão, morango, pepino e alface estão entre os itens mais contaminados, apresentando irregularidades em mais de 50% dos lotes examinados.

Ranking de quantidade de amostras contaminadas por agrotóxicos

  1. Pimentão: 91,8%
  2. Morango: 63,4%
  3. Pepino: 57,4%
  4. Alface: 54,2%
  5. Cenoura: 49,6%
  6. Abacaxi: 32,8%
  7. Beterraba: 32,6%
  8. Couve: 31,9%
  9. Mamão: 30,4%
  10. Tomate: 16,3%
  11. Laranja: 12,2%
  12. Maçã: 8,9%
  13. Arroz: 7,4%
  14. Feijão: 6,5%
  15. Repolho: 6,3%
  16. Manga: 4%
  17. Cebola: 3,1%
  18. Batata: 0%

Quais os riscos de se ingerir agrotóxicos?

Segundo a Anvisa, o consumo prolongado e em quantidades acima dos limites pode acarretar diversos danos à saúde. Quando há uma exposição menor, sintomas como dores de cabeça, alergia e coceiras são bem comuns. Já a alta exposição aos venenos pode causar distúrbios do sistema nervoso central ou até mesmo câncer.

Dicas para evitar os agrotóxicos

  • Lave bem frutas, verduras e hortaliças: deixar o alimento de molho pode eliminar parte dos resíduos. Deixe de molho em uma solução de 1 litro de água e uma colher de sopa de bicarbonato de sódio por 30 minutos antes de consumir;
  • Coma frutas sem casca: elas concentram a maioria dos resíduos de agrotóxicos;
  • Prefira legumes e verduras da época: produtos nacionais e da época recebem menos quantidade de agrotóxicos;
  • Diversifique sua alimentação: amplie seu cardápio, dê preferência a alimentos orgânicos e procure saber a origem dos alimentos que você consome.
Ajustar fonte