Em alusão a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência, a humanização do Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime (HEELJ), em parceria com a Psicologia da Unidade, realizou uma palestra na recepção do Hospital e na Escola Estadual Santo Agostinho. O tema foi a prevenção à gravidez na adolescência.

A psicóloga Simone Rosa procurou discutir os fatores e as causas associadas a gravidez precoce, como fatores familiares, comunitários e culturais. “O objetivo da palestra foi incentivar os cuidadores a olhar para os adolescentes com mais amor e cuidado, porque é uma fase de desenvolvimento, de formação física e psíquica da identidade e da autonomia”, explicou.

 “Falar de gravidez na adolescência precisa da união de todos. É gratificante poder levar conhecimento para os jovens, pois a comunicação em casa é falha” ressaltou a Gisela Jayme, Coordenadora da Humanização do HEELJ, sobre o apoio da Direção da Escola.

Adolescência e gravidez: desenvolvimento e aprendizagem

A palestra contribuiu para o desenvolvimento dos alunos na aprendizagem, na prevenção da gravidez indesejada e de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s). Segundo Nivea Camargo, gestora da Escola Estadual Santo Agostinho, “o adolescente passa por todo um processo de transformação, é a fase que precisam receber conhecimentos seguros, de como prevenir e cuidar para evitar a gravidez”.

Já a secretária Larissa da Abadia, que estava na Recepção do HEELJ no dia da palestra realizada no Hospital, o alerta foi muito importante já que ela tem duas filhas adolescentes. “Eu tenho uma filha de 16 e outra de 13 e tenho dificuldade de ter esse tipo de diálogo. Vou procurar a psicologia do Hospital para conseguir conversar com minhas filhas”, disse Larissa.

Ajustar fonte