A ideia foi desenvolvida pelo Instituto Brasileiro de Gestão Hospitalar (IBGH), Organização Social responsável pela administração do Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime (HEELJ). Pelo sistema de segurança, é possível informar às famílias de pacientes internados sobre o quadro de saúde de seus entes queridos. O Boletim Médico do Paciente Online já está em funcionamento para os pacientes do HEELJ.

O sistema foi elaborado considerando a atual situação da pandemia do novo Coronavírus (COVID-19) e as portarias sobre proibição de visitas. Como isso pode gerar ansiedade entre os familiares dos parentes internados, o IBGH procurou meios de mantê-los informados de forma prática e rápida.

Entenda como funciona o sistema

Os médicos assistentes nos hospitais vão inserir as informações correspondentes ao quadro clínico de cada paciente internado. O familiar devidamente registrado e cadastrado como responsável receberá link e senha para o acesso ao Boletim Médico Online. Assim o familiar pode acompanhar diariamente o estado de saúde do paciente e suas evoluções, inclusive com previsão de alta hospitalar.

Para entrar na plataforma e visualizar o Boletim Médico Online do paciente, basta acessar o seguinte endereço: https://abre.ai/boletim-ibgh, digitar a senha de acesso  e clicar no botão “Visualizar Boletim”. É possível visualizar o histórico dos boletins médicos diários do seu familiar.

Segurança para todos

Além das restrições a visitas determinadas por parte das autoridades de saúde, a crise causada pela pandemia do Novo Coronavírus (COVID-19) traz riscos a todos que têm contato ou estão próximos a pacientes internados. Desta forma, o Boletim Médico Online preserva a segurança do familiar e do paciente, evitando o deslocamento de pessoas em tempo de quarentena, possibilitando acesso rápido e diário às informações sobre a saúde de cada paciente.

Conforme a gerente Técnica Institucional do IBGH, Tatiane Silva, a ideia surgiu a partir das restrições a visitas de familiares devido ao risco de transmissão da COVID-19. “Assim que recebemos a portaria, nos preocupamos em desenvolver um sistema que possibilitasse ao Hospital manter o familiar informado sem prejuízos, garantido acesso ao quadro clínico de maneira rápida e segura”, afirma.

Com isso, a equipe de Tecnologia de Informação do IBGH se mobilizou imediatamente na construção do sistema. O Instituto contou com envolvimento das equipes médicas, de enfermagem, psicologia, serviço social e núcleo da qualidade no desenvolvimento da plataforma online.

”Esse sistema visa amenizar o distanciamento do familiar devido a restrição de visitas nas unidades. Queremos evoluir com essa ferramenta, implementando mecanismos e metodologias que garantam aos nossos pacientes e seus familiares uma assistência que qualidade e cada vez mais humanizada”, conclui Tatiane.

Ajustar fonte